Quer participar neste blog, tem alguma ideia ou sugestão para dar? easylado@sapo.pt

.Posts mais comentados

129 comentários
21 comentários
13 comentários
8 comentários
7 comentários

.posts recentes

. Individualismo-social

. Fidel Castro

. Se não estiveres a lutar...

. Lock her up? Não obrigado...

. A lei e a religião (o cas...

. É claro temos défice

. E ainda as eleições de 20...

. O Bolo-Rei

. Vota Bloco de Esquerda

. Eleições Legislativas 201...

Pesquisa personalizada
Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

Salários e a competitividade

Não foi muito divulgada e, mais uma vez uma notícia importante, passou ao lado da opinião pública. Somos constantemente bombardeados por economistas de direita que que nos querem convencer que os salários estão muito altos e que isso é a razão para a baixa produtividade em Portugal. Mas agora um estudo realizado pelo INE veio dizer que a variação do custo dos salários (entre 1999 e 2009) não é de 16% mas sim de 9,3%, um valor abaixo da média da zona euro.

E agora qual será a desculpa para querem baixar os salários?

publicado por Bruno C. às 19:08
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
2 comentários:
De cirurgia estética a 16 de Julho de 2010 às 15:36
Salários altos?? Onde???
De Fulano a 19 de Julho de 2010 às 05:38
Há cerca de uns 2 anos saiu na imprensa a média anual de rendimentos dos gestores europeus. Fixei estes nºs; RU 750.000, Portugal 270.000, Espanha 250.000 e Alemanha 180.000. Mário Crespo comentando estes nºs argumentava que assim não sendo « OS MELHORES NÃO SERIAM CONVOCADOS A RESOLVER OS PROBLEMAS DO PAÍS.» Presume-se que iriam em massa para o Reino Unido pois os ingleses não largam a cueca dos gestores portugueses para os terem a gerir as empresas inglesas.
Há uns 3 anos também li na 1ª PÀGINA de um jornal diário e em grandes parangonas que « o atraso português se devia à pouca formação dos trabalhadores portugueses.» Pouco tempo depois, nas páginas interiores de um jornal económico, numa notíciazinha discreta, leio que estudo de entidade estrangeira concluíra que o referido atraso se devia « à fraca qualidade das elites económicas.» Interessante como os jornalistas estão sempre dispostos a PUBLICITAR as falhas das classes populares e a discretamente referir as das elites. Ainda não há um ano também li que na classificação EFICIÊNCIA as universidades portuguesas estão lá no fim da lista entre, salvo erro a Bulgária e outro país do leste europeu que não recordo. Porque estas notícias nunca são debatidas? Porque nunca vi referida esta última notícia na blogoesfera? Estarei desatento ou o universo universitário nacional, sempre tão cheio de soluções, pose aristocrática e enojado das classes populares, tem pejo na autocrítica? Será que o dito universo afinal é apenas pomposo e tão PIMBA como o país?

Comentar post

.links

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.participar

. participe neste blog

.mais sobre mim

Twingly BlogRank Estou no Blog.com.pt Blog Flux Directory BRDTracker Central Blogs Page Rank

.arquivos