Quer participar neste blog, tem alguma ideia ou sugestão para dar? easylado@sapo.pt

.Posts mais comentados

129 comentários
21 comentários
13 comentários
8 comentários
7 comentários

.posts recentes

. Individualismo-social

. Fidel Castro

. Se não estiveres a lutar...

. Lock her up? Não obrigado...

. A lei e a religião (o cas...

. É claro temos défice

. E ainda as eleições de 20...

. O Bolo-Rei

. Vota Bloco de Esquerda

. Eleições Legislativas 201...

Pesquisa personalizada
Terça-feira, 27 de Julho de 2010

Oliveira Salazar

Faz hoje 40 anos que António de Oliveira Salazar morreu. E nada melhor para comemorar esta data que ler a notícia que o jornal I preparou. É uma entrevista alguns defensores de Salazar. Porque ainda existem e ainda conseguem ter a lata de defender um ditador na praça pública sem problema nenhum.

Eu não sei se eles querem enganar o pessoal ou se querem engar a eles próprios mas dá gosto ler o que estes defensores dizem. João Gomes diz "Foi o governante que menos se apropriou dos bens públicos, que morreu sem um tostão e que governou tendo sempre como objectivo os interesses do país".

Acham mesmo que isto é verdade? Que ele tenha morrido pobre não questiono, agora dizer que governou sempre como objectivo os interesses do país isso já acho uma afronta. A não ser que achem que crescimento económico zero e crescimento intelectual zero seja do melhor interesse do país? Nesse caso tudo bem...

Mas o mais curioso é que apesar de defenderem o homem, dizem que não são "salazaristas"! Uma ideia fácil de perceber se formos ao site "O Obreiro da Pátria" criado por João Gomes onde podemos ler pérolas da retórica nacional:

"Esta compilação de dados sobre o HOMEM de quem todos nós ouvimos já falar mas que poucos conhecemos, não tem qualquer intenção tendenciosa, tão só e apenas de elucidar" e logo a seguir "Um Homem que governa durante 40 anos ininterruptamente..., teve que ter inspiração senão divina pelo menos superior."

É só rir...

publicado por Bruno C. às 09:15
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
129 comentários:
De jonasnuts a 27 de Julho de 2010 às 12:45
Este post está em destaque na Homepage do SAPO.
De Miguel B. a 27 de Julho de 2010 às 14:15
As pessoas devem ser julgadas á sua época, D. Afonso Henriques fartou-se de matar “mouros” e no entanto fundou um Pais e é herói nacional. Como ele existem vários heróis que também fizeram atrocidades (visto á nossa época, é claro) e no entanto são heróis nacionais, D. João II, D. Manuel I, Marquês de Pombal, etc., etc.
Salazar começou a governar o Pais, primeiro como ministro da economia e depois como primeiro-ministro, estava Portugal num caos (não tão grave como o de hoje, o Pais estava quase na falência técnica, mas ainda existia o Ultramar, coisa que estes “senhores” fizeram o favor de oferecer de mão beijada, a governos totalitários, coitados desses cidadãos Portugueses que ainda hoje sofrem (grande 25 de Abril), endireitou as finanças do pais de rastos, provocado pelos outros “senhores”, os da 1ª republica e pela participação na 1ª grande guerra.
Foi o único dirigente europeu que enganou Hitler e com isso salvou milhões de vidas Nacionais.
Errou quando se agarrou ao poder e não preparou a sua substituição como fez Franco aqui ao lado, poderíamos ter uma Commonwealth com os vários estados soberanos do antigo Ultramar e um chefe de estado comum (monárquico) …
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 15:07
Que bichice é esta. Monarquia? quem seria o rei, o piroca de aço? Vai te banhar na fossa. Julgas que a republica dorme' Se estes não servirem levam um chuto no cu e vão à vida. Agora queres a monarquia? Já agora quem é pagem que te anda a comer, o fidalgo?
De patú a 27 de Julho de 2010 às 19:07
cada pessoa é livre de dizer o que pensa, mas dentro da civilidade, perdendo toda a razão a partir do momento em que não tem sequer tintins para se identificar. criticas há muitas, soluções é que não há nenhumas.
De realista da silva a 27 de Julho de 2010 às 16:54
Reis? MOnarquia? Isso é só para quem tem o rei na barriga!!!
De Joana carapinha a 27 de Julho de 2010 às 18:02
O homem foi de facto o maior naquele tempo. Não roubou nada a ninguém, contrariamente aquilo que agora acontece, onde meia dúzia enchem o bandulho à custa dos empréstimos, juros e afins, que os desgraçados produzem. Os desgraçados são aqueles que levavam nas orelhas no tempo do Salazar, e são aqueles que agora são roubados descaradamente todos os dias nos transportes públicos, nas portagens nos supermercados...em qualquer lado.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 18:17
OH MIGUEL, enganou o Hitler? ! Ou acordou com o Hilter? Nao foi o Salazar que veio a varanda dizer ou a guerra ou a fome? Alem da guerra civil em Espanha Franco deu cultura as pessoas ao contrario de Salazar. Embora sendo 2 ditadores completamente opostos. Este pais nao vai a lado nenhum porque nem são governados nem se deixam governar. Ficam sentados a espera do D. Sebastião ou de um Salazar. Nao fazem nada. So fazem se os mandarem. Irra.... para a burrice. Estamos a pagar caro o sucesso de Salazar.
De João a 27 de Julho de 2010 às 18:48
Caro António!
e na tua opinião achas que Salazar não foi um grande homem? pois os homens do actual governo, pois esses é que são bons, não é? No tempo do Salazar, os tempos eram outros, muito piores dos quais nós estamos hoje a passar! E sim, entre uma determinada escolha entre a guerra ou a fome, eu sempre preferia escolher a fome! E simplesmente esse feito governativo alcançado pelo Salazar, faz realçar o quanto este homem fez para esta pequena nossa nação, pois provavelmente caso que nessa altura Portugal tivesse entrado na segunda Guerra Mundial, uma grande parte das pessoas quais hoje somente sabem falar mal de Salazar, não teriam nascidos. Não sou amigo de qualquer ditadura, mas existem povos que não sabem lidar com a democracia! E o nosso povo infelizmente é um deles. Isto cá em Portugal jamais irá endireitar e se estamos na situação em qual nós estamos, não se deve este facto a Salazar, muito pelo contrário, pois quando Salazar deixou o governo, Portugal era rico e após o dito 25 de Abril, todo ouro qual existia cá em Portugal, deixou de existir! Enfim! Não venham com a treta que Salazar era mau por ser um ditador, pois a ditadura era o regime mais espelhado pela Europa fora, nessa altura. Salazar foi um grande Português qual fez engrandecer esta nação, muito pelo contrário desta nova geração de Engenheiros e Doutores quais somente pretendem adquirir títulos para um dia se colocar à frente das grandes empresas nacionais, somente com um único sentido....roubar, roubar e roubar! E por isso que esta nação não consegue andar para a frente, pois quase todos são corruptos e ninguém quer saber dos interesses nacionais. Pois somente um Salazar é que poderia provavelmente resolver o dilema desta nossa nação portuguesa.
De anónimous a 27 de Julho de 2010 às 20:02
De facto, Salazar, com toda a certeza, enganou Hitler muito bem enganado, basta ler alguma coisa!
Relativamente a dar cultura aos Portugueses, não esqueça (ou relembre), quantas escolas primárias e não só, fecharam só o ano passado (980), este ano mais 760, segundo o nosso amado ministro, ora, na época de Salazar a população era sensivelmente a mesma, será muito difícil o exercício? a não ser que cultura sejam as novas oportunidades! para o ano o nosso amado primeiro ministro irá anunciar que o nível de escolaridade dos Portugueses é o 12º ano, parabéns a todos os que entendem que cultura é isso!
De zé cabra a 27 de Julho de 2010 às 20:04
Caríssimo comentador, deve V.Exa. ser produto desta nossa merdocracia, perdão, democracia. Vivi no tempo deste Senhor, e do outro que se lhe seguiu. Posso mesmo afirmar-lhe que sou produto de uma autorização administrativa (meu pai e minha mãe tiveram de pedir permissão para poderem casar). Agora, o que nunca ví naquele tempo, foi um um tão robusto conjunto de corruptos, aldrabões e mamadores como aqueles que , nos vários patamares da administração pública, nos governam actualmente...juro-lhe pela minha honra...
De Nuno Marques a 27 de Julho de 2010 às 18:41
Se te queres armar em esperto, primeiro vai-te informar.
Não vivi na ditadura e por aquilo que vejo aqui escrito por ti, tu também não.
O meu pai era um anti-salazarista e actualmente olhando para o que temos e para as medidas adoptadas pelos políticos que se seguiram ao 25 de Abril cada vez mais o admira, não que ele tenha sido perfeito, mas porque era seguramente melhor governante que quase todos os que apareceram após a revolução dos cravos.
Se quiseres analisar a história correctamente, tens que analisar todos os factores e situar todas as suas acções nas respectivas épocas e situação mundial.
Agora, caso não saibas eu informo-te, no dia em que se deu o 25 de Abril de 1974, e segundo o José Hermano Saraiva que foi seu ministro, o crescimento económico de Portugal era de 8%, algo só comparável com a China actual mas que na altura era simplesmente soberbo e aqui vos deixo a questão colocada por ele, se não se tem dado o 25 de Abril onde é que economicamente estaríamos neste momento?
Não digo com isto que gostaria de viver na ditadura Salazarista novamente, mas acho que devíamos aprender com o seu legado e guiarmo-nos novamente por valores tão importantes como a honestidade e defendermos a Pátria Portuguesa até à morte contra tudo e contra todos.
De helena a 27 de Julho de 2010 às 22:04
"Ultramar"...? Mas 50 anos depois do início da guerra colonial ainda se fala no nosso "Ultramar"? Mas como é que era possível no século XX ainda acharmos que aquilo era território português? E os movimentos de libertação, o que eram? Que grande ignorância histórica...
De Nuno Castro a 27 de Julho de 2010 às 15:17
Aconselho-o a fazer uma pesquisa detalhada e aprofundada sobre o Governo de Salazar em vez de estar para ai a dizer disparates. Até parece que não sabe da realidade actual do país. Crescimento economico zero, hoje é negativo... e o que é que o país produz hoje? serviços só não chegam... Por acaso tem ideia de que regime está Portugal À procura? já reparou que portugal está hoje na mesma situação tal qual a idade média? Já investigou sobre isso? E o respeito que havia pela nação na época de salazar? A serio só um parvo é que gosta do país em que vive hoje! Vá mas é estudar e contribua com conhecimentos crediveis para Portugal.
De realista da silva a 27 de Julho de 2010 às 16:45
e as pessoas andarem descalças porque a pobreza era enorme. Quem defende o tempo de salazar só pode ser um pulha insconsciente
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 17:38
Quando não se tem argumentos, entra-se no campo da ofensa, não é? É caso para dizer... vozes de burro não chegam ao céu!
De jj a 27 de Julho de 2010 às 17:47
E hoje andar a trabalhar para com os nossos impostos manter x...., por descalço não tarda
que se ande, mesmo aqueles que trabalham.
Só defende este regime que gosta de viver às custas
dos outros, portanto que também é X...
O povo um dia vai abrir os olhos e meter estes trafulhas no TARRAFL.
De Zé do Telhado a 27 de Julho de 2010 às 20:12
Tem razão meu ilustre comentador,andavam descalças em Portugal, na Itália, na Grécia e em todos os países da Europa do Sul. Aqui ao lado, em Espanha, andavam calçados, mas com botas da tropa e em guerra civil, que custou a vida a cerca de 750.000 espanhóis. Suponho que V.Exa,. nesta conjuntura, preferisse andar calçado...
De realista da silva a 27 de Julho de 2010 às 16:52
Mais perigosos que os salazarentos assumidos são os políticos que fingem ser democratas (sociais democratas, xuxialistas....) e preparam cada vez mais o regresso ao passado, convencendo as pessoas que não há outra forma de governar o país. Cada vez há mais riqueza e a população vive mais pobre. E há quem acredite neles! Um pontapé no cu a todos ...
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 16:40
Salazar, o maior bandido da nossa história. E ainda há quem lhe queira seguir os passos: passos coelho ...
De Osvaldo Ribeiro a 27 de Julho de 2010 às 17:15
Dos velhos tempos de Salazar deixa-me saudades poder deixar a porta de casa aberta e saber que quando chegava estava tudo bem, ia para a escola a pé e os meus pais não tinham medo que foce raptado pedia empréstimos para fazer casa ou carro e pagava sempre o mesmo, claro que tinha coisas más mas é a nossa historia e devemos respeita-la.
A PONTE SALAZAR foi a melhor e mais rápida construção do pós 25 de Abril de 74
data esta que deve ser comemorada , mas também não devemos esquecer que cada vez temos mais ladrões neste País onde tudo é abafado pelos que se dizem de esquerda.
Osvaldo Ribeiro
De Semmedo a 28 de Julho de 2010 às 03:45
A ignorância de alguns não dá mesmo vontade de rir!
Antes de escrever disparates sobre Salazar aprenda a estudar a História de Portugal com imparcialidade.
Salazar perturba ainda muita gente, sobretudo os ignorantes licenciados.
Haja pachorra...
De Anónimo a 28 de Julho de 2010 às 03:58
Pelos vistos aqui há mais censura do que no tempo do Salazar. Os comunas, os ignorantes e os invejosos todos desrespeitam quem diz o que pensa se for contrário ao pensamento da matilha.
VIVA SALAZAR
De Gonçalo Godinho a 29 de Julho de 2010 às 14:37
Aos autores da noticia "Oliveira Salazar",quero manifestar a minha insatisfaçao pelos mesmos,uma vez que desconhecem factos historicos relevantes.Portugal,no Estado Novo,teve grande crescimento economico...investiguem....nao faltam graficos na internet e nas estatisticas....e nao e preciso estudar Historia na Universidade para o saber....Saudaçoes Salazaristas!
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 13:03
"crescimento económico zero"???

Ai a (des)informação que vai por aí...

Crescimento económico =/= desenvolvimento ;)

Que só pro acaso, nesta época, era bem maior que o actual.
De sei lá a 27 de Julho de 2010 às 13:23
"Crescimento económico =/= desenvolvimento"?????
de quem? De quê? O povo vivia ignorante, na miséria e sem opinião!
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 13:31
E o que é que isso tem a ver com o meu comentário?
Simplesmente referi que crescimento económico é muito diferente de desenvolvimento.
Um país pode ter um crescimento económico espectacular, mas no entanto a maioria da sua população pode viver em condições precárias.
Exemplo disto é Angola ou Índia...
De luis albuquerque a 27 de Julho de 2010 às 13:22
Aí está 1 senhor que faz falta como a fome...
Vamos festejar, é b em dito, é motivo de festejo ele ter morrido.
E o sr que diz q antes havia cresciemnto economico,
esqueceu-se de dizer q tb havia FOME.
Hoje todoa a gente tem o minimo de dignidade..
MEMORIA CURTA
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 13:26
Sim, porque hoje não há fome e toda a gente tem uma qualidade de vida acima da média europeia.
LOL, a ingenuidade...
De O amante de salazar a 27 de Julho de 2010 às 15:00
salazar era um maricas retrogrado, não tem nada a ver com os actuais gays. Por acaso não fostes uma antiga paixão do ditador?
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:21
Salazar não era maricas, tinha-os em "su sitio", ao contrário da horda de paneleirada que por ai grassa...
De Alguem a 27 de Julho de 2010 às 14:59
Vamos entao dar te um tiro e fazer uma grande festa!
De Luis a 27 de Julho de 2010 às 20:19
A memória não é curta. Agora, parece que alguns iluminados sofrem é de amnésia...
De SCP a 27 de Julho de 2010 às 13:40
Este deve viver á custa do trabalho dos outros ,recebes rendimento minimo? Trabalhas?
cometes crimes e a justiça não te condena ? e mesmo assim estás sempre a reenvidicar? Quero uma casa, tenho direito a viver como os que trabalham, mas não fazes nada,para este tipo de gente o Salazar não era bom,
vIva o Salazar
De Anónima a 27 de Julho de 2010 às 14:18
VIVA O SALAZAR, FAZ MUITA FALTA PARA RESOLVER ALGUMAS SITUAÇÕES QUE OS POLITICOS DE HOJE NÃO SÃO CAPAZES DE O FAZER, COMO POR EXEMPLO PODERMOS SAIR À RUA SEM SERMOS ASSALTADOS, DROGAS, ETC, ISTO SÃO APENAS DOIS EXEMPLOS.
MAS NEM TODOS GOSTAMOS DO AMARELO E AINDA BEM.
De Leão da Estepe a 27 de Julho de 2010 às 14:52
Existem de facto muito mais exemplos..... de coisas boas que perdemos ...
Que saudades desse tempo. Podermos andar à vontade por todo o lado e a qualquer hora sem medo de sermos assaltados ... Isso sim .. cheirava a liberdade. Viva esse tempo !!!
De Cheira pidescos a 27 de Julho de 2010 às 15:16
Conversa de pidesco.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:26
Caro amigo, deves ser um sub produto a que ora se chama democracia. Pide??? - sabes o que era??? - Quarenta anos depois, olha que há muita coisa que se assemelha a tal polícia...Mais do que possas imaginar...
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 16:39
Basta pensar um pouco!Voces queixam-se muito de hoje em dia haver criminalidade e drogas.
Agora pensem. As drogas são coisas do presente, é algo que não era considerado problema na época de salazar uma vez que nem existia. Não vale a pena dizerem que ele era um grande homem por isso porque ele nem tinha que se preocupar com isso.
Quanto à criminalidade, esta deve-se em grande parte ao consumo de drogas. Logo é normal que esta também era menor na altura.
agora se tu dizes que se podia passear à vontade na rua eu digo te que isso é mentira!nao podiamos estar na rua a conversar com 2 amigos durante muito tempo visto que podiamos estar a conspirar.
O problema é que voces não estão satisfeitos com a liberdade,ou pior, não a sabem usar. Para voces a liberdade serve para criticar,para apontar problemas,para chorar por um homem que matou milhares,que destruiu familias. Salazar nao deve nunca ser louvado. Os herois devem ser louvados, e quando falo em herois falo de Luis de Stau Monteiro e zeca afonso por exemplo. Eles lutaram para que vivessemos em liberdade. Se voces não querem um regime em que podemos votar,em que podemos intervir nas decisoes politicas e em que somos respeitados, vão para a China e lá podem ver como Salazar governava o seu pais.
Temos que perceber que a liberdade que nos foi dada no 25 de Abril serviu para que construíssemos uma sociedade cada vez melhor. Podemos não estar satisfeitos com os nossos lideres politicos mas não é ao insulta-los que vamos conseguir mudar. É preciso que o povo tenha educação para saber lutar pelo que merece. não podemos pensar apenas em nos. vivemos em sociedade e como tal temos que nos preocupar com o bem estar da nossa nação
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:29
Se voces não querem um regime em que podemos votar,em que podemos intervir nas decisoes politicas e em que somos respeitados, vão para a China...
Carissimo, você deve ser daqueles que acredita que a democracia consiste em colocar um papel, de quatro em quatro anos, num caixote...e pelos vistos, deve exultar com tal facto...Viva a democracia...pois...
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 15:37
Pois...o problema é que a Anónima não poderia estar com esta conversa senão vinha a PIDE e leva-a para o interrogatório, porque nesse tempo nem liberdade para olhar para o lado havia...será que já esqueceu???????
De Irmã Lúcia a 27 de Julho de 2010 às 15:17
"reenvidicar"?!?!?! hahahahaha!!

Por que razão os Salazaristas são todos analfabetos...? fdx... é com cada grunho... Um maravilhoso toque rectal a todos! (os salazaristas, entenda-se). São todos pela pátria e o caralho a sete... mas escrever português...? tá quieto! Porque não ides sentar-vos em cima do busto de salazar...? ele gostava... e aposto que vós também!
De SCP a 27 de Julho de 2010 às 16:53
Já percebi,és criminoso(a),deves receber qualquer rendimento do Estado, e és do bloco de esquerda. Viva o Salazar
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:32
Cada um fala daquilo que gosta...
De Victor Conde a 27 de Julho de 2010 às 13:45
O unico problema que o Salazar tinha é que se chateava quando diziam mal dele! Às vezes até arrecadava a malta (alguns até mereciam), hoje a gente diz mal e esta gente que nos governa não se chateia!!!!!!!! ri-se que é bem pior.
Se algum desenvolvimento económico houve a seguir ao 25 de Abril., a maior parte dele foi à custa do endividamento das familias.!! carros a 100 meses, férias a 12 meses, televisões, frigorificos etc a 48 meses, até institutos de beleza a crédito. Leiam com atenção tudo o que foi feito por este Sr., e depois comentem o bom e o mau. Dizer bem ou mal de ouvido, sem conhecer a história é ser demagogo
De Pide na reforma a 27 de Julho de 2010 às 14:44
Vai ter com ele, e casa-te a lei já o permite.
De Prego a fundo. a 27 de Julho de 2010 às 14:55
Às vezes até arrecadava a malta (alguns até mereciam): Sim devias casar com ele, ele só gostava de pidescos com tu, vem podias ser seu amante. afinal segundo dizem salazar era maricas. Deita-te em cima da campa dele e lambe o chão onde esse m-erda seca está enterrado. Viva a democracia, viva a liberdade.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:35
Merda seca, ilustres comentador, deve ser a coisa que o pariu, a não ser, claro está, que estejamos enganados, pois caso assim seja, desde já lhe pedimos humildemente desculpas...
De Nanoock a 27 de Julho de 2010 às 13:52
Este "site" não esconde nada. Define-se logo pelo seu artigo de fundo!

Este meu PAÍS=PORTUGAL jamais terá descanso, enquanto os homens não fizerem a justa homenagem a uma Personalidade que se entregou por completo a gerir, é verdade, durante 40 anos, o seu desígnio.

Nesses 40 anos, quem não comete erros? O articulista de fundo é perfeito? Não seja egocêntrico..., nem demagogo. Só DEUS é perfeito.

Tal como OLIVEIRA SALAZAR que também cometeu erros, porque é humano. Agora diga-me qual é o regime político mundial, que não tem a sua polícia política? Os EUA? O Reino UNido? A antiga URSS? A destes foi a pior e mais fundamentalista de todas as que conheci na minha vida já longa, tendo vivido em países que apadrinhava o marxismo/leninismo e sei bem, qual era a prática. Os resultados estão bem à vista por todo o oriente e médio oriente..., para além dos novos países independentes de África!

Os portugueses devem honrarias a OLIVEIRA SALAZAR e enquanto não lhe pagarem a dívida, jamais terão paz e repouso social e económico. Por mérito próprio, tem direito a uma estátua no centro do Rossio e de qualquer grande cidade deste País.

Todo o Povo português, hoje em dia, passados que foram 40 anos, sabem quem são os detractores dessa individualidade nobre e patriota. Os tais que destruíram e continuam a desmantelar esta Lusitânia a Ocidente da Europa.

O que se vê hoje em Portugal? Começa a fome, o desemprego. Que benefícios trouxe ao povo o 25 Abril? LIBERDADE? Que Liberdade, com a barriga vazia e sem emprego... Que futuro destes jovens?

Continuando assim, vamos cair nas condições dos países de Leste, que quando as masmorras se abriram procuraram fugir para vir ganhar o seu sustento no meio do povo mais pobre desta Europa.

Este País tem sofrido traições, atrás de traições, provocada por uma minoria que não se pode dizer digna dos nossos antepassados!

Os mortos não voltam,.., mas quem nos dera ter personalidades como esse grande estadista que foi OLIVEIRA SALAZAR!

Hoje temos corruptos e incompetentes à frente do País, com o Povo a sofrer, na devida porporção e como os povos do terceiro mundo, em que, de facto" ditadores comem em mesas de oiro e o povo morre na miséria.

Portugal caminha para lá, se não houver uma mão firme de gente descendente da "Padeira de Aljubarrota", que corra com esses vampiros.

Tenho dito.

De antonio loureiro a 27 de Julho de 2010 às 14:49
Tenho comentado muito o governo do Dr. A. Salazar, vivi cresci em pleno regime de educação e respeito pelos outros. É certo que houve exageros, mais pelos seus seguidores do que propriamente por Ele.
Pergunto porque seria que a segurança social nesse tempo dava para tudo (e ganhava-mos pouco segundo alguns "comentistas") faziam-se bairros sociais com grande dignidade; as grandes empresas faziam bairros para os seus trabalhadores, tinham medico e medicamentos gratis (casos que mais bem conheço "CUF e Refinaria Angola).
Hoje com toda esta liberdade não posso sair de casa á noite e posso dormir com portas e janelas abertas.
Posso falar mas não posso comer.
Sejamos dignos de honrar esse verdadeiros Português.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 15:25
Falas assim porque o local onde te encontras, não tem agua da companhia,luz nem saneamento básico.(imagem de salazar). Por este teu discurso tresanda um péssimo cheiro, vulgarmente designado por merda. Mas descansa fascista, há-de morrer como tal. Mas no estado democrático e de direito que eu defendo, podes viver roendo a tuas unhas. Mas não matas, nem mandas matar ou torturar pessoas que se oponha a ti, ou aos teus pares.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 21:19
E V.Exa. há-de esticar o pernil dando vivas e aves a regimes como o da Albânia e da Coreia do Norte, roendo, claro está, as unhas dos pés...
De Mary a 27 de Julho de 2010 às 15:41
Já esqueceu a guerra do ultramar???? A quantidade de gente nova que esta senhor assacinou??? Seja inteligente e pense que se calhar hoje não estaria aqui, mas com 3 palmos de terra em cima...Tenho dito!
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:39
Por falar em "assacinados", é de crer que V.Exa., caso este "canteiro" à beira mar plantado necessitasse do seu contributo em tempo de conflito militar, faria a mesma coisa que Manuel Alegre???
De Joaquim Gil a 27 de Julho de 2010 às 18:43
Como é possível, entre tantos comentários, não haver um que tenha sentido, nunca pode ser comparado, algo que não tem comparação, o governo de Salazar, foi há quarenta anos, com ou sem Salazar, a sociedade tinha de se desenvolver, vivi no tempo de Salazar e sou dos que gostariam que ele ressuscitasse, só para o ver morrer novamente ao observar o que eu vi; cinco trabalhadores rurais no seu trabalho agrícola, cada um com o seu automóvel, para se transportar
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:45
Sim senhor...cinco trabalhadores rurais, que provavelmente devem as guedelhas à banca e cujas Marias, se calhar, fazem umas horas extras por fora, para pagarem o té-lé-le, o dvd, o pagamento da renda de casa, o segundo popó, entre outros bens de consumo extraordinários, indiciadores de uma sociedade evoluída e moderna. O problema só surge depois: as execuções judiciais, as injunções, etc...Viva a democracia...e a banca...
De Joaquim Gil a 27 de Julho de 2010 às 21:52
Sr anónimo, Bruno César, no meio onde vivo, as pessoas que fazem o trabalho que insinua, não trabalham na agricultura, essas que refere, serão as que pululam no seu ambiente, nunca se deve fazer juizos errados sobre pessoas, que ainda há, lutadoras, trabalhando no duro, para poder beneficiar de algo que a maioria dos que pensam como o Sr. tem, normalmenta adquiridos por processos menos dignos
De Miguel a 27 de Julho de 2010 às 14:05
Ser livre exige tomar iniciativa, decidir, escolher um caminho, agir... Os saudosos de Salazar querem um paizinho que decida por eles, que os trate como criancas.
Um povo que deseja um ditador porque e' mais seguro merece ser escravo.
De ATÉ QUE ENFIM a 27 de Julho de 2010 às 15:28
Se não estão bem em democracia que vão para a Coreia do Norte.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:47
Porra...teria que emigrar o país inteiro...
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 21:22
Não é bem um paizinho que se quer...O quer não queremos é um governo no qual mande o Alí-bá-bá, e os quarenta ladrões...Ou serão que são mais???
De Tuga a 27 de Julho de 2010 às 14:11
"É uma entrevista alguns defensores de Salazar. Porque ainda existem e ainda conseguem ter a lata de defender um ditador na praça pública sem problema nenhum."

Mais estranho ainda é quem paga impostos e que tem de ir trabalhar todos os dias, tenha a lata de defender em praça pública esta corja de governantes e políticos que nos têm vindo a enganar e a endividar o país há mais de trinta anos, e não contentes com tal situação são tão burros que têm ainda a lata de defender os parasitas da sociedade que vivem sem trabalhar através de subsídios e outros expedientes.
Que se deixam espezinhar perante interesses estrangeiros e de certas minorias, que estariam dispostos a perder a independência nacional à custa de mais uns euros ao fim do mês.
A essa gente o que lhes digo é que a história é cíclica e quando chegar alguém ao poder para voltar a fazer deste país um país decente esses traidores merecem a forca.

De Estrangeira emigrada a 27 de Julho de 2010 às 14:16
A verdade é só uma..todos os governos têm um lado positivo e um lado negativo. Não se pode ter tudo. Mas que Salazar ajudou o país quando se começou a falar dele, há 70 anos, isso ajudou. O problema é que nós (jovens) pensamos no Sr. . Monstro Salazar porque conhecemos o mundo e Portugal como o temos agora, mas se perguntarem a um antigo (se tiverem oportunidade), ele vos dirá que nunca Portugal foi tão "independente" a nível financeiro como na época do Sr. Ministro das Finanças António de Oliveira Salazar. Pode ter cometido muitos erros, mas ensinou um povo a lutar e a trabalhar para o bem do país. Hoje em dia pensamos "Para quê pensar no bem do país , se o país não pensa em mim?" E isso sim, é mentalidade do século X. Cada um tem a sua opinião sobre os feitos (ou desfeitos) de Salazar, mas a quem viveu os seus "bons tempos" graças a ele também tem o direito de pensar do Homem, caramba...
Ignorância é não aceitar as opiniões e pontos de vista dos outros...
De Lambona a 27 de Julho de 2010 às 15:14
Diz-me aonde moras que eu te envio um saquinho com cinzas do salazar para dormires com o mesmo no meio das tuas pernas, que sabe não venha a engravidar. Ele por cá (Portugal) já é milagreiro, facilmente chega aí perto de ti (manda-me as tuas coordenadas). Naõ quero que te falte nada até um ditador.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:51
V.Exa., cada um fala daquilo que gosta, pelo que lhe sugiro beber todos os dias, de manhã e em jejum, um copo de lágrimas de pau teso, ou caso não tenha dessa coisa aí por casa, uma caneca de sumo de graveto seco.
vai ver que só lhe faz bem...
De manuela valente a 27 de Julho de 2010 às 18:04
Pois é estrangeira emigrada, foi por causa desse "monstro " que muitos e bons Portugueses (o que ñ é de certeza o teu caso) tiveram de abandonar o País e a família e ir ganhar a vida no estrangeiro.
Não contando com todas as monstruosidades cometidas por esse facínora .
Mas deixa-me dizer-te que tu e outros como tu ainda deviam estar sob o domínio dele, cambada de ignorantes, que nem do vosso País gostam,.
Vão lamber as botas dos estrangeiros e ainda se acham Importantes.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 21:00
Querida Né...o ano passado, só para Espanha, emigraram por razões laborais, 60.000 portugueses. Suponho que aches normal. Com efeito, anormal será quando emigrarem 600.000. Mas tudo é uma questão de fé...um destes anos, quem sabe???
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 14:17
Um Homem sério, que merece a minha homenagem.

Quem dera que houvesse gente séria na governação do país, como Ele.
De Arranca unhas a 27 de Julho de 2010 às 14:48
A tua mãezinha teve mais um filho bastardo, que foi salazar. ele é teu meio irmão. gostavas de ter privado com ele, até lhe cheirado o c-u. Vai vai ter com ele, o pó desse fascista chama tu pidesco.
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:57
Querido irmão, não utilize uma linguagem tão agressiva...nosso Pai gosta que todos vivamos em harmonia...
De Irmã Lúcia a 27 de Julho de 2010 às 15:48
"Ele"? com maiúscula?!?!?!

Querem ver que a Sta trindade agora passou a 4...?!?!?
Estes Salazaristas fazem questão em mostrar o quão básicos são... Salazar é Deus? Ohhh Senhor... dai-lhes com um barrote nos cornos...
De Anónimo a 27 de Julho de 2010 às 20:54
Não é necessário pois o V. progenitor já não aguenta tantas dores de cabeça...

Comentar post

.links

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.participar

. participe neste blog

.mais sobre mim

Twingly BlogRank Estou no Blog.com.pt Blog Flux Directory BRDTracker Central Blogs Page Rank

.arquivos