Quer participar neste blog, tem alguma ideia ou sugestão para dar? easylado@sapo.pt

.Posts mais comentados

129 comentários
21 comentários
13 comentários
8 comentários
7 comentários

.posts recentes

. Individualismo-social

. Fidel Castro

. Se não estiveres a lutar...

. Lock her up? Não obrigado...

. A lei e a religião (o cas...

. É claro temos défice

. E ainda as eleições de 20...

. O Bolo-Rei

. Vota Bloco de Esquerda

. Eleições Legislativas 201...

Pesquisa personalizada
Quinta-feira, 9 de Dezembro de 2010

O Salto Mortal

O Supremo Tribunal de Justiça condenou um professor de educação física a indemnizar uma aluna que ficou com uma incapacidade de 15% no decorrer de um exercício numa aula.

Quando esta notícia apareceu logo se juntaram hordas de comentadores a deitar abaixo a educação física, os professores, o programa etc...

Opiniões infundadas e alicerçadas na ignorância do que é um salto mortal e o que são as aulas de educação física.

Mas o mais grave é que esses argumentos infundados começaram logo do acórdão que condenou o professor. No acórdão pode ser ler:

"... seu dever não permitir que um aluno impreparado ou mal treinado para executar o salto mortal, o executasse."

Esta frase é muito perigosa pois mesmo um atleta experimentado pode falhar um salto, e se o aluno fosse muito bom a saltar e naquele salto falhasse e caísse mal, será que o professor não era responsável?

 

“executar um salto mortal é um exercício físico de risco para a saúde, seja ele feito por uma adolescente numa escola, ou por um praticante medalhado em alta competição”.

Esta frase é fantástica pois faz do salto mortal um elemento inatingível com perigo para a integridade física em qualquer nível de proficiência. O que é de todo falso. Quando executado com a progressão correcta de aprendizagem não é mais perigoso do que um salto entre-mãos no cavalo ou jogar futebol.

 

É claro que a responsabilidade deveria ter sido exigida ou ao estabelecimento de ensino onde o professor lecciona, e depois se o estabelecimento achar que o professor incorreu numa grosseira negligência instaurar-lhe um processo.

Assim qualquer professor de educação física está dependente da noção de "segurança" e "exercícios que põem em causa a saúde dos alunos" de um grupo de juízes que provavelmente não sabem nada de actividade física.

publicado por Bruno C. às 21:58
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
1 comentário:
De indignado a 10 de Dezembro de 2010 às 09:59
O mesmo se pode aplicar a outros professores de outras disciplinas como professores de química, biologia, EVT, entre outros.Podem cortar-se, queimar-se etc. Acidentes podem acontecer em muitos contextos, até nos aparentemente inofensivos. Acho também que há um preconceito contra as aulas de Educação física. Mas há uma solução, os nossos estudantes que deixem de praticar exercício físico, marram todos para juízes e morrem aos 40 obesos e de ataque cardíaco.

Comentar post

.links

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.participar

. participe neste blog

.mais sobre mim

Twingly BlogRank Estou no Blog.com.pt Blog Flux Directory BRDTracker Central Blogs Page Rank

.arquivos