Quer participar neste blog, tem alguma ideia ou sugestão para dar? easylado@sapo.pt

.Posts mais comentados

129 comentários
21 comentários
13 comentários
8 comentários
7 comentários

.posts recentes

. Individualismo-social

. Fidel Castro

. Se não estiveres a lutar...

. Lock her up? Não obrigado...

. A lei e a religião (o cas...

. É claro temos défice

. E ainda as eleições de 20...

. O Bolo-Rei

. Vota Bloco de Esquerda

. Eleições Legislativas 201...

Pesquisa personalizada
Domingo, 30 de Dezembro de 2012

Passos/Salazar

passos

A cara-de-pau nunca me deixa de surpreender...

publicado por Bruno C. às 12:02
link do post | comentar | favorito
|  O que é?
3 comentários:
De atento a 3 de Janeiro de 2013 às 15:27
e qual a sua sugestão de leitura ????
De Bruno C. a 5 de Janeiro de 2013 às 10:58
Apesar de achar que qualquer coisa seria melhor, podia começar por,

"O fim da pobreza" de Jeffrey Sachs
"A revolução da riqueza" de Alvin e Heidi Toffler
"Keynes - o regresso do mestre" de Robert Skidelsky
De atento a 5 de Janeiro de 2013 às 14:18
Jeffrey Sachs propõe por exemplo que na área da agricultura seja subsidiado os preços de fertilizantes e sementes nesse mesmo livro , quem iria pagar os tais subsídios ? outro exemplo ,Investimentos em transportes e comunicações , mas quem? o estado ? e donde virá o dinheiro Alvin e Heidi Toffler (casados) um tem como citação ”Inundar-se por um mar de electrões é negativo assim como uma nuvem cinzenta que cobre o azul do céu"
pois ! digo eu !Os seus últimos trabalhos têm abordado o estudo do poder crescente do armamento militar do século XXI, muito adequado para nós neste momento Robert Skidelsky foi membro de três partidos (camaleão?) e Keynes foi um economista britânico cujas ideias têm afectado profundamente a teoria e prática da macroeconomia moderna ,a teoria de Keynes é baseada no princípio de que os consumidores aplicam as proporções de seus gastos em bens e poupança, em função da renda. Quanto maior a renda, maior a percentagem desta é poupada. Assim, se a renda agregada aumenta em função do aumento do emprego, a taxa de poupança aumenta simultaneamente; e como a taxa de acumulação de capital aumenta, a produtividade marginal do capital reduz-se, e o investimento é reduzido, já que o lucro é proporcional à produtividade marginal do capital. Então ocorre um excesso de poupança, em relação ao investimento, o que faz com que a demanda (procura) efectiva fique abaixo da oferta e assim o emprego se reduza para um ponto de equilíbrio em que a poupança e o investimento fiquem iguais. Como esse equilíbrio pode significar a ocorrência de desemprego involuntário em economias avançadas (onde a quantidade de capital acumulado seja grande e sua produtividade seja pequena), Keynes defendeu a tese de que o Estado deveria intervir na fase recessiva dos ciclos económicos com sua capacidade de imprimir moeda para aumentar a procura efectiva através de deficits do orçamento do Estado e assim manter o pleno emprego, este senhor faleceu em 1946 .
Leu os três livros ?

Comentar post

.links

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 

.participar

. participe neste blog

.mais sobre mim

Twingly BlogRank Estou no Blog.com.pt Blog Flux Directory BRDTracker Central Blogs Page Rank

.arquivos