Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Filme XV

11.05.06 | Bruno C.
Um filme poderoso que proporciona a todos uns momentos de alguma reflexão sobre os propósitos da vida, será que nascemos ou somos criados. O passado volta sempre para nos cobrar as dívidas! Um filme de acção/drama em que Mortensen desempenha o papel de heroi/anti-herói perto da perfeição. Recomendo a ver!

Estreia em Portugal: 16 de Março 2006
Nota Final: 8/10

D. Sebastião!

11.05.06 | Bruno C.
Sá Pinto afinal ainda vai jogar mais um época! E eu que estava todo contente por nunca mais ter que assistir aos maus exemplos futebolísticos deste senhor, ainda vou ter que o aturar mais alguns jogos (o que vale é que com a quantidade de cartões vermelhos que recebe só deve jogar meia época!).
Os sportinguistas é que estão todos contentes!!!!
Não percebo este D. Sebastianismo, só comparável ao Rui Costa no Benfica (não estou a comparar o Rui ao Sá, só o sentimento da massa adepta)...

O grande SLB!

08.05.06 | Bruno C.
Isto no SL Benfica é só rir (ou chorar!), Filipe Vieira e Veiga devem ser a dupla mais esfarrapada que já vi na presidência do SLB! Prezam muito a estabilidade, mas em 3 anos já passaram 3 treinadores! O curioso é que todos gostaram muito do clube mas que iam sair por que mais altos valores se levantavam! CAMACHO queria regressar ao grande amor da sua vida, o Real Madrid. TRAPATTONI gostava muito de estar cá no grande Benfica, mas devido à idade e à mulher queria regressar a Itália. KOEMAN não sai pelos resultados, mas sim pela filha na Holanda e para regressar ao seu clube do coração, o PSV. Isto começa a ter um padrão preocupante...
Veremos quem é o senhor que se segue!

Banco Alimentar!

07.05.06 | Bruno C.
As meninas voluntárias do “Banco Alimentar” estão cada vez agressivas! Depois de uma simples recusa para levar um dos seus sacos, fui quase selvaticamente agredido! Se eu não quiser dar, não dou! Quem é essa menina para me perseguir por meio modelo dentro de saco em punho, como se fosse de uma organização mafiosa, a colectar a protecção! Vivemos tempos conturbados!

O Brent!

04.05.06 | Bruno C.
O preço do petróleo está numa escalada, de 30$ em Janeiro de 2004, passando pelos 46$ em Janeiro de 2005 já vai nos 74$ e promete subir. Muitos analistas andam para ai a apregoar que isto se deve aos problemas que se passam no Irão, mas será que um país que contribui com ±5% da produção de petróleo mundial pode inflacionar tanto o preço? Eu preocupava-me mais com o facto das empresas de produção de petróleo atingirem os maiores lucros de sempre ou de 5% da população mundial (EUA) consumir 25% do petróleo produzido!

Heranças!

03.05.06 | Bruno C.
Smith tinha 23 anos quando conheceu o milionário J. Howard Marshall, em 1994. Na altura, ela era bailarina de "streap-tease", em Houston. Os dois casaram em 1997, tinha ele a idade de 89 anos. Finalmente, graças a uma decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos, Nicole vai poder dispor de 1,600 milhões de dólares da herança do falecido!
Ainda dizem que necrófilia não dá dinheiro!

Bode-expiatório anti-EUA

02.05.06 | Bruno C.
Os presidentes de Cuba, da Venezuela e da Bolívia assinaram um acordo de comércio cujo objectivo visa neutralizar os esforços de Washington na criação de uma Área de Comércio Livre das Américas. Reunidos em Havana, Fidel Castro, Hugo Chávez e Evo Morales rubricaram o acordo que institui a Alternativa Bolivariana para as Américas. Por muito que eu desgoste da política americana não deixo de sentir algum incomodo quando olho para uma foto com este dois “tubarões políticos” ao lado de uma “foca”!

Modelo Social Europeu

02.05.06 | Bruno C.
Segundo dados do Eurostat e relativamente a 2004, o capitalismo selvagem que norteia a maioria dos pensamentos de direita deixa Portugal, no que diz respeito à taxa de risco de pobreza (percentagem da população com um rendimento inferior a 60% da média da população) seria de 27%, abaixo da Finlândia (29%), Suécia (30%), ou a Dinamarca (31%). Ora, se agora colocar-mos o efeito que fazem os respectivos Estados e Governos para corrigirem as grandes desigualdades que o livre mercado provoca. Nos países nórdicos, podemos ver que dos ±30% baixam para 11% e em Portugal os 27% descem apenas para 21%. Mas não deixa de ser curioso que os países com piores desempenhos do estado sejam os do sul da Europa (Portugal, Espanha, Itália, Malta, Chipre e Grécia). Podemos concluir que afinal o Estado Social não é apenas utopia. O Estado, na Suécia, na Finlândia ou na Dinamarca, retira do risco de pobreza 19% da população. Mas temos mais, desde que correctamente aplicado, o "modelo social europeu", como vemos, não se opõe a desenvolvimento económico, antes o garante e promove. Por isso Portugal precisa é de melhores políticas e políticos que saibam administrar correctamente o modelo social, e que não passem a vida a decretar a sua inviabilidade.

Pág. 3/3