Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Política Italiana, alguém entende?

22.02.07 | Bruno C.
Dois votos, sim 2 votos fizeram cair Prodi, que ao que tudo indica deve ser reconduzido, e a sua coligação governamental de centro-esquerda! Em causa estavam 2 propostas, a presença no Afeganistão e o alargamento da base americana no norte de Itália, Prodi necessitava de 160 votos, teve 158. De salientar que Prodi tinha uma maioria de 1 voto, sim apenas 1, fruto de uma coligação de 9 partidos, sim 9, no final foram os comunistas que o lixaram!
Acho fantástico ter durado 9 meses, com esta salgalhada democrática que é o governo italiano, mas lá que funciona, funciona, a bem ou a mal...

PGdR a Grande Entrevista

22.02.07 | Bruno C.
Apenas umas notas sobre a entrevista do Procurador-Geral da República, Fernando Pinto Monteiro, à Judite de Sousa.
Primeiro acho que deve ser extremamente difícil realizar uma entrevista a quem não pode falar de nada! Visto que não pode falar dos processos em segredo de justiça a entrevista foi a espaços um pouco árdua!
Segundo vejo que a aversão à leitura também reina na PGdR. Pois Pinto Monteiro apenas leu um resumo, preparado por uma assistente, de três páginas!, do livro da Carolina. Fantástico, três páginas! É obra resumir um livro tão rico em casos e situações numas meras três páginas! E será que esse resumo faz justiça a tanto sumo literário que o livro emana, direi mesmo iradia?
Senhor Pinto Monteiro leia a obra integral deixe os resumos!

Night At The Museum (Filme VI)

22.02.07 | Bruno C.
Um filme para ver numa tarde de domingo. Mais um filme de comédia com pouco que pensar algo para rir. Ponto positivo para os efeitos especiais, muito bons. De resto apresenta as cenas cómicas baseadas no disparate como Ben e Owen já nos habituaram. Se estiver a dar na TV e não tiver mais nada para fazer é um tarde bem passada, se não, deixe para lá e veja noutra altura!

Estreia em Portugal: 4 Janeiro de 2007
Nota Final: 5/10 (Argumento 4; Realização 5; Actores 5)

Indultos e Presidentes!

20.02.07 | Bruno C.
"Tais elementos encontravam-se actualizados mas os registos em causa não eram de leitura evidente".
Foi esta a justificação que o Ministério da Justiça deu para o indulto que o Presidente da República, Cavaco Silva, concedeu, no último Natal, a um proprietário de discotecas em Évora, ignorando que o homem era procurado pelas autoridades policiais portuguesas e estrangeiras!! Não eram de leitura evidente? Por ventura não estava escrito em letras a BOLD e corpo 20 e previamente sublinhadas com marcador fluorescente cor-de-rosa? Convêm salientar que o pedido de perdão, foi emitido tendo em vista uma reintegração social do condenado, apontando como atenuante o facto de já ter sido paga uma multa de cerca de 25 mil Euros, associada à pena de prisão de seis meses. Portanto este exemplar detido, cheio de pró-actividade para que a sua reintegração social ocorresse o mais rápido possível tomou a “liberdade” de antecipar a mais que esperada benevolência do Presidente da Republica!

Alberto João Jardim já para a RUA!

20.02.07 | Bruno C.

Até se respira melhor em Portugal! Há quanto tempo que eu estava à espera desta notícia! O PSD lá se esconde e apoia a medo todas as decisões, por mais idiotas e mentecaptas que sejam, do seu líder regional. Um homem que em quase 30 anos teve 40 vitórias eleitorais seguidas! nem o FC Porto no tempo do Bobby Robson! Mas mais uma vez abusando da constituição esta demissão não é um adeus, nada disso, é apenas um até já pois pelos visto o mesmo homem que não tem condições para prosseguir o mandato é o mesmo que quer ser novamente eleito! Sim porque a sua demissão não implicaria uma novas eleições mas como a maioria inviabiliza um novo lider para Madeira lá vão os madeirenses votar mais uma vez. Pergunto-me o que mudará se o Alberto for eleito outra vez? Vai ter o dinheiro que lhe diz faltar? Parece-me que não então porque se demite? Como já escrevi no post anterior para quem deve, SIM, DEVE, tanto dinheiro o senhor Alberto João fala muito alto. Finalmente se o Alberto for eleito, acho que o governo português não pode fazer outra coisa que é ameaçar com a independência da ilha, sempre queria ver a reacção do líder do governo regional com a perspectiva de ter que pagar as suas contas todas sem o saco sem fundo do Governo de Portugal Continental!

Apocalypto (Filme V)

19.02.07 | Bruno C.
Um argumento razoável mas a concretização da história a deixar a desejar. Mel tentou mais uma vez fazer um filme épico, é um filme que tenta retractar uma época mas desenganem-se não é um épico. Simplesmente a história não é assim tão interessante e depois do encanto dos cenários e da linguagem estranha aos nossos ouvidos tudo é bastante simples e recorre a um tipo de história já muito vista, a do herói à força. Também ficamos com um cheiro a continuação (será!).

Estreia em Portugal: 4 Janeiro de 2007
Nota Final: 6/10 (Argumento 7; Realização 6; Actores 6)

Alberto João Jardim

18.02.07 | Bruno C.
"Alberto João Jardim diz que portugueses não têm testículos para dizer que o referendo à interrup-ção voluntária da gravidez (IVG) não é vinculativo. Jardim promete levar a sua posição – contra a aplicação da futura lei na Madeira – até ao Tribunal Constitucional."

O Alberto está cheio de razão, o referendo não foi vinculativo por isso já devíamos ter mudado a lei em 1998, tanto tempo perdido, se ao menos ele tivesse dito isto à 9 anos já nada disto estava a acontecer.
Já agora Quando é que o Alberto João se apercebe que a autonomia (tão querida dele) só existe aliada à independência e como a Madeira é economicamente DEPENDENTE do ESTADO PORTUGUÊS, deve é comer e calar até conseguir viver sem os subsídios do estado. Ele tem que compreender que não manda nada, quer despedir-se então boa viagem, mas desapareça mesmo, que já ninguém tem paciência para o aturar.