Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

A injusta perseguição ao PNR

19.04.07 | Bruno C.
Uma operação da Polícia Judiciária desencadeada esta madrugada, a nível nacional, levou à detenção de 27 pessoas associadas a movimentos de extrema-direita. Os detidos são acusados de terem em sua posse armas, munições e material propagandístico susceptível de configurar os crimes de discriminação racial e religiosa. Nas buscas foi apreendido um número indeterminado de pistolas, algumas delas transformadas para poderem disparar munições de calibre proibido, bem como soqueiras e bastões.

A líder da Juventude Nacionalista, Rita Vaz, esta convicta que a operação policial não passa de uma “perseguição política”. “É uma grande coincidência, o tempo da intervenção policial, a três dias da realização do encontro dos partidos nacionalistas europeus, que o PNR lamenta”, disse.

Sim! É claro que é uma perseguição política! Coitados dos militantes do partido que apenas querem espalhar o terror nas comunidades imigrantes, queimar todas as raças diferentes, ameaçar todos que não partilham das suas ideias lunáticas de uma supremacia qualquer que alguém lhes meteu na cabeça em paz e harmonia, sem que a polícia ande por aí a dificultar a vida a estes cidadãos cumpridores da lei e da moral nacional.

A Ritinha, alinhou, de resto, pelo diapasão do presidente do PNR, José Pinto Coelho, o qual, em declarações à Lusa, já havia estranhado o tempo de actuação da polícia, ao mesmo que sublinhava que a operação poderia, de algum modo, vir a contribuir para a desmobilização dos simpatizantes de extrema-direita.

NÃO! A policia quer desmobilizar os simpatizantes de extrema-direita? Mas por que será? Será que a polícia está a tentar cumprir a LEI. Visto que são ILEGAIS NESTE PAÍS A PROMOÇÃO DO FASCISMO!

Rita Vaz sublinhou não ter conhecimento da detenção de qualquer dirigente do partido, mas admitiu que algumas das pessoas interpeladas pela PJ possam ser simpatizantes do PNR. “Se tinham armas? Isso é do foro privado de cada um”, disse ainda.

Se a senhora acha que ter armas ilegais é “do foro privado de cada um” a senhora é uma idiota, mas é claro que ser dirigente do PNR já a qualifica como isso.

25 de Abril (I)

19.04.07 | Bruno C.
Ricardo Araújo Pereira foi vetado pela Juventude Comunista Portuguesa, que inviabilizou uma intervenção do humorista nas próximas celebrações do 25 de Abril. A proposta, originalmente feita pelo representante da Juventude Socialista nas reuniões preparatórias da comemoração do 33.º aniversário da Revolução dos Cravos. A proposta foi prontamente secundada pelo representante dos Jovens do Bloco de Esquerda e da juventude da UGT. Os socialistas invocaram, a favor de Ricardo Araújo Pereira, a "visibilidade" e a popularidade do humorista, e o seu "protagonismo irrecusável". E chegaram a apontar, como exemplo de isenção nesta proposta, o facto de o Gato Fedorento ter satirizado no último programa da RTP, Diz que é uma Espécie de Magazine, a entrevista de José Sócrates ao canal público a propósito da Universidade Independente. Mas a JCP e duas outras associações próximas do Partido Comunista - a Interjovem, ligada à CGTP, e a Ecolojovem, ligada ao Partido Ecologista 'Os Verdes' - recusaram frontalmente a leitura da mensagem aos jovens que ficaria a cargo de Ricardo Araújo Pereira.

Para mim o Ricardo deve ser a pessoa mais indicada para fazer o discurso da juventude nas comemorações do 25 de Abril. Concordo em pleno com a proposta da JS e só consigo entender esta posição da JCP como restos de algum despeito pela “deserção” de Ricardo das suas fileiras. Pois temos uma figura publica, muito inteligente, com um discurso articulado e sem papas na língua! que se tem mostrado uma das pessoas mais activas na cena política e social deste país. Tem que ser acarinhado e promover a sua afirmação na sociedade e no espaço público de forma a que as suas intervenções sejam ouvidas pelo máximo numero de pessoas. É uma pena, que isto tenha acontecido, é mais uma mostra que as coisas não estão a funcionar bem em Portugal. ps: se depois eu entender que a pessoas que for discursar é melhor que o Ricardo, se certo que me venho cá retractar...

O Massacre da Virginia

17.04.07 | Bruno C.
Em Portugal não se passa nada! É verdade, temos que aceitar isso e "bola para a frente"!
Em Portugal o máximo que temos é um sexagenário que tenta explodir um banco com uma mala cheia de ar! Mas que a brigada de minas e armadilhas rebenta na mesma! Um grupo insignificante de Neo-nazis que de vez um quando manda uns bitaites que são logo gozados perante tal parvoíce. Coveiros que protestam frente à Câmara!
E é por isso que nos habituamos a viver as desgraças do mundo com base nos portugueses!
Um desastre só é realmente grande se morrerem Tugas! É sempre a ressalva que os jornalistas fazem. As torres gémeas caíram e logo os jornalistas foram ver se tinham morrido Tugas. O Tsunami nas Índias, quantos Tugas, quantos Tugas morreram?
Agora depois de uma atirador matar 32 pessoas na Universidade Tecnológica da Virginia o grande problema é:

Não morreu nenhum Tuga!

Somos muito pequeninos!

Formula 1 - Bahrain

15.04.07 | Bruno C.
O piloto brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, ganhou o Grande Prémio do Bahrain superando o britânico Lewis Hamilton e o seu companheiro de equipa na Ferrari, Kimi Raikkonen.
Uma vitória merecida e moralizadora para Massa. Demonstrou que esta época é para lutar pelo titulo. Desta vez o arranque correu bem, a estratégia deu para vencer, mesmo assim ainda terá que convencer nas próximas corridas.
Raikonen cumpriu com a seu terceiro lugar, mas espera-se mais deste piloto, principalmente ao volante de um Ferrari
Alonso nunca se conseguiu impor neste fim-de-semana mas deve ser passageiro, vamos ver o que faz nos próximos GP.
Hamilton está,sem duvida a confirmar todo o talento que lhe conferiam. Fantástico! Para já, tornou-se no primeiro piloto de sempre a terminar no pódio as suas três primeiras corridas.
De salientar o bom trabalho da BMW Sauber e desilusão da Renault.

Classificação Final
1º Massa - Ferrari
Hamilton - McLaren Mercedes
Raikkonen - Ferrari
4º Heidfeld - BMW Sauber
5º Alonso - McLaren Mercedes
6º Kubica - BMW Sauber
7º Trulli - Toyota
8º Fisichella - Renault

Head culpado pela morte de Senna

14.04.07 | Bruno C.
A Suprema Corte italiana confirmou, nesta sexta-feira, que o diretor-técnico da Williams em 1994, o inglês Patrick Head, foi responsável por homicídio culposo na morte do piloto brasileiro Ayrton Senna, no acidente no GP de San Marino de 1994.
A sentença destaca "que a causa do acidente foi a ruptura da barra de direcção, causada pela modificação mal projectada e executada, conduzindo a um comportamento culposo e omisso de Head, já que o acontecido era previsível e evitável".
Apesar de ser considerado culpado Head não vai cumprir pena pois o caso já tem mais de 10 anos.
Senna morreu em 1 maio de 1994, no Grande Prémio de San Marino, no circuito italiano de Imola, ao bater contra os muros de protecção.

Cavaco em Riga

13.04.07 | Bruno C.
Lá teria que acontecer! E por uma vez eu haveria de concordar com o nosso Presidente! Foi em Riga que Cavaco se mostrou favorável à ratificação do tratado europeu sem o recurso ao referendo. Pela primeira vez concordo com uma opinião dele - viva!
A Europa foi a melhor resposta aos desafios do passado e a Europa continua a ser a melhor resposta aos desafios do futuro.
O processo europeu não pode parar e estamos a chegar ao momento em que só os países realmente empenhados devem continuar a sua construção.
Está na horas das decisões. Parar é morrer e a Europa já anda a morrer à alguns anos.

Sócrates

12.04.07 | Bruno C.
José Sócrates é muito bom no 1-contra-1 (neste caso foi contra dois!) mas o ridículo da situação não foi o que Sócrates disse na entrevista. Foi a própria entrevista em si. Passo a explicar.
Estamos a meio do mandato, algumas reformas começam a fazer sentir os seus efeitos e outras estão na calha para avançar (como a da educação), a economia dá mostras de evolução e a contestação social continua latente. Mas de que é que se falou na entrevista? Dos pseudo-problemas da licenciatura do Primeiro-Ministro. Que, tirando o próprio (que pelos visto para ele está tudo muito claro) e os que investigam a situação mais ninguém quer saber. Os problemas do país foram como que abafados por esta questão que tem apenas um intuito abater a credibilidade política de Sócrates.
Ora Sócrates escolheu a altura perfeita para falar, dando uma entrevista. Evitando uma entrevista sobre os problemas do estado conseguiu juntar os dois problemas e colocando assim JA Carvalho numa posição de onde não saiu bem (também era difícil). Assim Sócrates ganhou mais este "round"!
Sobre o caso só tenho a dizer que pode ou não ser verdade! Eu acho que não se pode por em causa assim levianamente o percurso académico todo por umas inconcistências no final desse caminho. Estamos a falar de uma Universidade Privada logo não me parece assim tão descabido que pai e filha assinem a papelada, notas em Agosto? É possível. O mesmo professor dar 4 cadeiras? Não é nada de extraordinário. Isto são tudo situações perfeitamente aceitáveis, estranhas, mas aceitáveis.
Se alguém provar que houve algum tipo de falcatrua então deve agir em conformidade, se não deixem o homem em paz.
Eu estou plenamente convencido que deve ter havido favorecimento, não deve ter sido favorecimento activo mas pelo menos uma facilitação dos procedimentos. Mas também estou convencido que é uma coisa perfeitamente normal.
O que já acho mal é a tentativa de Sócrates de passar uma imagem quase santificada do seu percurso curricular, isso não. Quanto ao resto só mesmo aquelas instituições obscura que dão pelo nome se "Ordens" é que sabem a diferença entre licenciado em Engenharia e Engenheiro.
Para mim, que não mando nada! Será Engenheiro Sócrates!