Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

O acordo PS/PSD

03.11.10 | Bruno C.

Primeiro foi a novela do orçamento. Depois de se sentarem à mesa e terem chegado a um acordo (será que foi) parece que que o acordo foi só entre Catroga e Teixeira dos Santos pois o clima na Assembleia é de "cortar à faca". Quem visse o debate parecia que a nega ao orçamento era eminente. Mas pelos vistos houve mesmo acordo entre as partes.

Um acordo que satisfaz os três lados deste triangulo político.

Primeiro o PS que com este acordo consegue durar mais uns tempos no poder e "força" o PSD a fica ao seu lado. Depois o PSD que consegue manter o PS em funções para o fazer cair mais tarde (dentro de poucos meses) sem o perigo de eleições com o aval de Cavaco. Sim, Cavaco que é o terceiro ganhador deste acordo. Cavaco consegue sair como o grande pacificador e homem de estado. Faz campanha eleitoral fazendo o papel de Presidente e assegura uma vantagem clara sobre toda a concorrência para as eleições de Janeiro. Consegue também ter Passos Coelho na mão quando o entronizar no poder.

Todos sabem disto mas até agora só mesmo Aguiar Branco é que deu com a lingua nos dentes...

Dilma Rousseff

02.11.10 | Bruno C.

Dilma Rousseff ficará para sempre ligada ao Brasil e como se tornou na primeira mulher Presidente. Mas mais do que isso a eleição de Dilma constitui um avanço civilizacional que já tinha começado no inicio da década mas que neste momento podemos afirmar que se está generalizar um pouco por todo o mundo. As mulheres estão a conseguir chegar ao poder.

Este feito é impressionante se pensarmos que ainda no século passado muitas não podiam votar.

Desde a Finlândia, passando pela Letónia, Alemanha, Moçambique, Sri Lanka, Filipinas, Argentina, Chile etc., assistimos a uma mudança de paradigma em que os homens começam a perder alguma da sua hegemonia no que diz respeito ao poder político.

Esperemos que seja uma tendência que se mantenha e se acentue no futuro. A igualdade de oportunidades parece que também já está a chegar à política.

Pág. 2/2