Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Parente fora da F1

04.02.10 | Bruno C.

 

E mais uma vez no pelotão da F1 não vão constar portugueses. Ontem na apresentação da nova equipa da Virgin Álvaro Parente esteve estranhamente ausente.

Como tinha referido aqui no blog a presença de Parente na Virgin estava dependente de um patrocínio negociado directamente entre a equipa de Richard Branson e o Turismo de Portugal, negocio esse que não foi para a frente.

Álvaro Parente está compreensivelmente perturbado com o falhanço das negociações numa altura em que já era quase certo que seria o 3º piloto da equipa e culpa o ITP por estar fora da F1 este ano. Por outro lado o ITP defende-se dizendo que o negócio não era favorável, um investimento de cerca de 2 milhões de euros, e por isso não assinaram o patrocínio.

Defendendo o Álvaro ou o ITP o que é certo é que se o ITP não ia patrocinar a equipa da Virgin já o devia ter anunciado e não esperar por Fevereiro, em vésperas do inicio dos campeonatos de monolugares, para dizer que não. Nesta altura já quase todas as equipas têm os seus pilotos escolhidos e já estão em fase de testes, para Álvaro saber que não fica na Virgin significa quase de certeza um ano sem correr. Por outro lado acreditar apenas num acordo verbal, sem nada assinado foi um grande lapso de Álvaro Parente que devia tentar assegurar outro tipo de apoios em vez de espera até ao último minuto pelo apoio estatal que não atava nem desatava, mais, certamente que não foi no dia da apresentação que soube que estava de fora, este comunicado já devia ter sido publicado quando soube da situação.

Uma dura lição para Parente e uma grande quebra de confiança no ITP, pelo menos na F1 será dificil ver o símbolo de Portugal como nos tempo de Tiago Monteiro na Jordan.