Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Bullying e dos seus efeitos

05.03.10 | Cldsunshine

Perante o caso do menino de Mirandela que se atirou ao rio depois de uma zanga com os colegas, discute novamente o fenómeno do bullying. Este é um fenómeno há muito documentado e por muitos de nós eventualmente experienciado no passado.

O caso de crianças violentadas física e psicologicamente é algo dramático especialmente quando culmina em algo tão violento como o suicídio. Qual seria o estado de desespero daquela criança? Por que é que ninguém lhe deu atenção, a ouviu? Pais, professores, auxiliares, colegas, familiares, são todos culpados. Não podemos identificar um problema e não agir. Todos sabiam do que se passava e estavam à espera que outros agissem? A partir do momento em que se toma conhecimento de tal situação já somos responsáveis por ela. É inadmissível alguém dizer que sabia e não fez nada.

Os partidos sentados à direita na assembleia propõem vir a penalizar os pais pelos maus comportamentos dos filhos, como por exemplo comportamentos violentos. À maneira de uma ideologia tão adoradora das forças de autoridade o CDS aposta mais uma vez na penalização em detrimento da prevenção e sensibilização. Pois esta medida foi já posta em prática em Inglaterra e surpreendentemente com muito pouco sucesso. Os pais não deixavam de serem penalizados pois não conseguiam controlar o comportamento dos filhos. Muitos dos pais eram inclusive dominados pelos filhos através da violência. Sim, os pais batiam nos filhos e sejamos honestos, um miúdo de 14 ou 15 anos pode facilmente ser corporalmente superior aos pais ou à mãe. Sendo a proposta em retirar apoios sociais a estes pais, verifico com muita pena mais uma medida de perpetuação de estatutos e comportamentos. O que acontecerá às famílias carenciadas que por tal são também aquelas que têm mais problemas quando virem a sua situação agravada por lhes ter sido retirados as ajudas sociais. Tornar famílias carenciadas ainda mais carenciadas trará algo de bom? Desculpem a linguagem, mas estes políticos devem estar com imobilismos mentais. Desde quando é que se ajudam famílias carenciadas aplicando-lhes multas as quais vão debilitar ainda mais a sua situação?

Este fenómeno do bullying é algo muito grave que só pode ser abordado através da prevenção. É preciso sensibilizar pais e crianças. É muito difícil educar uma criança. Ser pai é dar educação e isto é algo muito difícil. O reforço positivo e negativo quando necessários, a indispensável atenção a dar aos filhos, a auto-reflexão constante dos pais para saberem se estarão a dar os melhores exemplos aos filhos ou não e até o saber a importância desses exemplos em casa, não é algo dominados por todos os pais. Aliás é algo dominado por muito poucos pais. É necessária uma educação para os pais. Sim, proponho um curso de como ser pai. Dar educação é muito mais do que dar teto e comida e muitos não sabem. Proponho também uma acção se sensibilização para as crianças acerca do bullying e dos seus efeitos psicológicos. Devemos promover a auto-reflexão e aplicar a máxima popular do “Não faças aos outros o que não gostarias que te fizessem a ti”. Não podemos subestimar a sensibilidade das crianças. Afinal elas ainda são crianças.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.