Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Greves sim ou claro que sim!

15.11.12 | Bruno C.

Um dia depois da última greve geral do nosso país não pude deixar de escrever o meu entendimento do que deve ser uma greve geral. O direito à greve é uma das últimas (nos tempos que correr deve ser mesmo a única) armas que os trabalhadores têm para confrontar os patrões. É a solução que a sociedade criou para manter um certo equilibrio entre o que os patrões querem e os interesses dos trabalhadores.

É claro que nos tempo que correm de neo-liberalismo radical, os trabalhadores têm sorte em o serem, o que coloca vários problemas ao equilíbrio social entre patrões-trabalhadores.

Para mim greve dever ser mesmo não trabalhar. O choque deve ser sentido por todos para fazer efeito, os 11% de trabalhadores que podem fazer greve (os que trabalham para o estado, sim porque o estado ainda é dos melhores patrões), pois sabem que não é provável que sofram sanções têm o dever de evitar que os outros que "não podem" fazer greve (os trabalhadores do privado) não consigam trabalhar. Greve dos autocarros não devia ser só suprimir linhas, devia ser provocar engarrafamentos com os autocarros vazios. Isso sim é lutar pelos nossos direitos, pelos direitos de todos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.