Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

As cruzadas de César das Neves

26.02.07 | Bruno C.
César das Neves (CN) visivelmente maravilhado com o seu brilhantismo, enquanto se olhava ao espelho, resolveu escrever um artigo em jeito de metáfora sobre uma sociedade que ele teme que se construa em Portugal.
Tentou, mas falou miseravelmente. Mas qual será a razão de tal falhanço? Simplesmente porque pegando no ataque ao tabaco e extrapolando para o colesterol e o vinho (dos ricos!) comete um erro claro, comparar o não comparável e o de não compreender as causas das proibições. Gozando com as lei anti-tabaco é ignorar um mal que nos prejudica a todos independentemente da nossa vontade. Colocando-o em paridade com questões totalmente dispares de gravidade para o bem comum.
Por outro lado a suposta glorificação da sociedade da pornografia, o jogo (casinos), cinema (!) e a biotecnologia (clonagem, inseminação, cirurgia plástica e eutanásia) mostra o profundo carácter moralista e beato que compõem a sua personalidade e quais os novos anti-cristos da cruzada infindável de CN. Com o seu tom de gozação claramente acha que a nossa sociedade, na perseguição de modernidade, vai inevitavelmente para o abismo! Escusando-se a compreender, e a analisar, apenas optando pela posição fácil que é tentar ridicularizar o que não nos agrada.

“Um número recente da revista Time apresenta Lisboa como a sede mundial da violência segura, da pornografia artística e do sado-masoquismo moralista. Todas as linhas da modernidade parecem hoje passar por aqui.”

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.