Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

“Dentro do cúmulo ele consegue ser ridículo”

30.03.07 | Bruno C.


Sim vou falar do outdoor do PNR, e aqueles que me conhecem sabem que eu não tenho muita paciência para estas demonstrações acéfalas de discriminação, mas lá vai o meu comentário!
José Pinto Coelho, o líder, sim o homem que aparece no dito, explica-se: "Foi feito com as dádivas dos militantes, o PNR não é um partido rico. Escolhemos um sítio nevrálgico de Lisboa, com muita visibilidade, e um tema que é grave e sobre o qual mais nenhum partido em Portugal tem a coragem de pôr o dedo na ferida. É que estamos a ser invadidos. E estamos cheios."
Estamos a ser invadidos? Temos 700 mil imigrantes e estamos a ser invadidos? É claro que se os milhões de portugueses que vivem emigrados regressassem Portugal ficava muito melhor, havia logo emprego para todos e todos éramos muito ricos. E com a subida das águas então é que vamos ficar mais apertadinhos aqui em Portugal!
A solução para o problema é? A expulsão – sim é bastante original, de certo que demoraram a encontrar o slogan! "É uma mensagem forte, temos consciência disso, mas é como com os títulos dos jornais, que às vezes vão um bocado além do que está na notícia. Os imigrantes que estão cá por bem têm consciência de que aquilo não é com eles."
Foi o que escrevemos mas não é o que queríamos escrever! Que grande desculpa! E um subsidio do governo para fazerem cartazes explicativos da diferença, também querem?
Portanto existem os imigrantes bons e os maus. "Quem deverá ser expulso? Os marginais, os ilegais, os indigentes. Os que vêm para cá viver de subsídios". Mas, lá está era complicado, explicar essa distinção no cartaz. Assim ficou um cartaz contra a imigração e os imigrantes em geral, mesmo se a intenção, garante , não é "tratar mal os imigrantes". É mais tratá-los "como estrangeiros". Não vejo a diferença. "Somos contra a nacionalidade dada burocraticamente. Portugal é para os portugueses." Sendo os portugueses, define, "os filhos dos portugueses". Quantas gerações para estabelecer a destrinça? "Ora, isso tem de ser legislado. Umas cinco, por exemplo."
Como não podiam discriminar os imigrantes põem todos no mesmo saco! É justo! CINCO GERAÇÕES PARA SER PORTUGUÊS?!! Mas pensem comigo se ele querem expulsar os imigrantes como raio é que eles podem ficar cá 5 gerações e transformarem-se em Portugueses? Ahhhhhhhhhh, já percebi – não podem!
Só falta dizer “Vão para a vossa terra”. Isto ainda por cima no Ano Europeu da Igualdade de Oportunidades.
Se isto não é uma violação flagrante da Constituição, porque faz apelo a motivações raciais e viola o princípio da igualdade, não sei o que mais podem eles fazer para serem presos.
E não me venham com a letra da lei, e o espírito não conta?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.