Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

Reactor 4

esquerda snowflake, lobo marxista easylado@sapo.pt

A injusta perseguição ao PNR

19.04.07 | Bruno C.
Uma operação da Polícia Judiciária desencadeada esta madrugada, a nível nacional, levou à detenção de 27 pessoas associadas a movimentos de extrema-direita. Os detidos são acusados de terem em sua posse armas, munições e material propagandístico susceptível de configurar os crimes de discriminação racial e religiosa. Nas buscas foi apreendido um número indeterminado de pistolas, algumas delas transformadas para poderem disparar munições de calibre proibido, bem como soqueiras e bastões.

A líder da Juventude Nacionalista, Rita Vaz, esta convicta que a operação policial não passa de uma “perseguição política”. “É uma grande coincidência, o tempo da intervenção policial, a três dias da realização do encontro dos partidos nacionalistas europeus, que o PNR lamenta”, disse.

Sim! É claro que é uma perseguição política! Coitados dos militantes do partido que apenas querem espalhar o terror nas comunidades imigrantes, queimar todas as raças diferentes, ameaçar todos que não partilham das suas ideias lunáticas de uma supremacia qualquer que alguém lhes meteu na cabeça em paz e harmonia, sem que a polícia ande por aí a dificultar a vida a estes cidadãos cumpridores da lei e da moral nacional.

A Ritinha, alinhou, de resto, pelo diapasão do presidente do PNR, José Pinto Coelho, o qual, em declarações à Lusa, já havia estranhado o tempo de actuação da polícia, ao mesmo que sublinhava que a operação poderia, de algum modo, vir a contribuir para a desmobilização dos simpatizantes de extrema-direita.

NÃO! A policia quer desmobilizar os simpatizantes de extrema-direita? Mas por que será? Será que a polícia está a tentar cumprir a LEI. Visto que são ILEGAIS NESTE PAÍS A PROMOÇÃO DO FASCISMO!

Rita Vaz sublinhou não ter conhecimento da detenção de qualquer dirigente do partido, mas admitiu que algumas das pessoas interpeladas pela PJ possam ser simpatizantes do PNR. “Se tinham armas? Isso é do foro privado de cada um”, disse ainda.

Se a senhora acha que ter armas ilegais é “do foro privado de cada um” a senhora é uma idiota, mas é claro que ser dirigente do PNR já a qualifica como isso.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.